Vantagens e desvantagens do recrutamento interno

Quando você está contratando um novo cargo ou procurando substituir um funcionário que está saindo, o processo de contratação pode ser desafiador. Uma decisão que você precisará tomar no início do processo é se deseja iniciar uma pesquisa externa de candidatos ou contratá-los dentro de sua empresa.

O que é recrutamento interno?

O recrutamento interno é uma estratégia de recursos humanos que prioriza a contratação de funcionários atuais para cargos novos ou em aberto na empresa. Os funcionários recrutados internamente são frequentemente promovidos a uma posição de maior autoridade e responsabilidade em seu departamento. No entanto, em algumas situações, um funcionário pode se candidatar a um cargo com um nível de autoridade semelhante em uma área diferente da empresa com funções de trabalho diferentes.

O recrutamento externo é a estratégia de busca de novos talentos de fora da organização. O gerente de contratação ou o departamento de recursos humanos usa uma ou mais estratégias para encontrar candidatos externos para cargos. Essas estratégias incluem a colocação de anúncios de emprego em publicações online e impressas, exibindo sinais de pedido de ajuda em vitrines ou outras áreas à vista do público, contratação de uma agência de recrutamento terceirizada ou solicitação de referências aos funcionários atuais.

Vantagens de contratar de dentro

Muitos profissionais de recursos humanos e acadêmicos acreditam que há vantagens significativas em contratar funcionários do banco de talentos atual. Essas vantagens incluem:

Custos de recrutamento mais baixos

O recrutamento externo geralmente exige o pagamento de anúncios de emprego, recrutadores terceirizados, verificação de antecedentes e, é claro, mão de obra de recursos humanos. Embora o recrutamento interno também exija entrevistas e outros trabalhos, geralmente há menos tempo e despesas ao recrutar alguém que já trabalha para você. A integração não é necessária, e o recrutamento pode ser apenas uma questão de publicar um anúncio de emprego no portal da empresa ou enviar um memorando por e-mail para sua equipe.

Além dos custos de recrutamento, as contratações externas em alguns setores tendem a exigir salários mais altos do que as internas. Por exemplo, em bancos de investimento, as contratações externas geralmente ganham de 18% a 20% a mais do que aquelas que são selecionadas dentro da empresa. Curiosamente, as contratações externas geralmente levam vários anos para atingir o nível de desempenho de seus colegas que foram contratados internamente.

Minimize os riscos financeiros e profissionais

Não importa o quão cuidadosamente você tente selecionar os candidatos a empregos, existe um risco significativo de que a nova contratação se mostre uma péssima contratação. Em alguns casos, é uma questão de o novo funcionário não se adequar à cultura da sua empresa. Em outros casos, o problema pode ser um pouco mais sério, como um funcionário que mentiu sobre suas habilidades ou forneceu referências falsas. Dados os custos mais altos de recrutamento externo, além dos meses ou anos entre a contratação e o desligamento de um funcionário ruim, pode fazer mais sentido contratar alguém que você conhece.

Reter os melhores talentos

Os melhores desempenhos geralmente estão ávidos por novos desafios. Esses trabalhadores não se destacam apenas dentro do seu escritório: é provável que seus concorrentes estejam, ou venham a conhecê-los. Se você deseja reter seus melhores funcionários, é essencial que ofereça opções de progressão na carreira.

Desvantagens do Recrutamento Interno

Embora seja verdade que o recrutamento interno costuma ser mais econômico e bem-sucedido do que a contratação externa, os recrutas internos nem sempre funcionam da maneira que você espera. Estudo de 2015 mostra que 40% dos colaboradores considerados de alto potencial acabaram falhando em suas novas funções. As desvantagens de favorecer a contratação interna em relação ao recrutamento externo incluem:

Estagnação da cultura empresarial

Negócios e setores mudam com o tempo, e os funcionários atuais às vezes não têm as habilidades ou conhecimentos necessários para ajudar sua empresa a se manter competitiva ou explorar novas oportunidades. Em alguns casos, pode fazer sentido incentivar um ou mais trabalhadores a obter treinamento adicional, mas isso leva tempo. Se você não pode atrasar a contratação de alguém com habilidades específicas, o recrutamento externo faz sentido.

Promoção acima do interesse ou capacidade

Embora seja verdade que a possibilidade de promoção pode ser um forte motivador para os funcionários, também é verdade que muitos trabalhadores estão felizes em suas funções atuais. Alguns desses indivíduos podem estar trabalhando no limite de seu potencial e tentar promovê-los a posições com metas e expectativas mais elevadas pode estar levando-os ao fracasso.

Outra realidade é que nem todo mundo quer ocupar um cargo de supervisão ou gerência. Esses trabalhadores ficam felizes trabalhando sozinhos ou em equipe, mas ficam desconfortáveis ​​quando colocados em uma posição de autoridade sobre os outros. Com o tempo, sua falta de aptidão para a gestão, bem como a infelicidade pessoal com seu trabalho, afetam seu desempenho e seus negócios.

Para reter trabalhadores de qualidade que você suspeita que estejam em melhores condições em suas funções atuais, encontre outras maneiras de recompensá-los por seu desempenho, como aumentos regulares, bônus ou outras formas de reconhecimento.

Preocupações com o moral do escritório

Antes de promover de dentro para fora, considere o impacto que a nova contratação pode ter no moral do escritório. Embora muitos colegas de trabalho fiquem felizes quando um colega é promovido, os ressentimentos podem se agravar se um novo funcionário for promovido antes dos funcionários antigos. Pode haver o risco de ressentimentos quando um funcionário é nomeado gerente de seu atual departamento, assumindo uma função de supervisão de colegas de trabalho mais antigos.