A importância da ética nas organizações

A ética organizacional são as políticas, procedimentos e cultura de fazer as coisas certas em face de questões difíceis e muitas vezes controversas. Os tópicos de ética que desafiam as organizações incluem, mas não se limitam a discriminação, responsabilidade social e questões fiduciárias. As questões éticas e como qualquer organização pratica a ética são mais importantes do que nunca, porque a mídia social prontamente expõe questões que podem ter sido deixadas de lado nas gerações anteriores.

Constrói uma cultura corporativa positiva

Uma organização que dedica recursos ao desenvolvimento de políticas e procedimentos que incentivam ações éticas constrói uma cultura corporativa positiva. O moral dos membros da equipe melhora quando os funcionários se sentem protegidos contra retaliação por suas crenças pessoais. Essas políticas incluem regras anti-discriminatórias, políticas de portas abertas e oportunidades iguais de crescimento. Quando os funcionários se sentem bem por estar no trabalho, o sentimento geral na organização é mais positivo. Isso gera lealdade organizacional e produtividade, porque os funcionários se sentem bem em comparecer ao trabalho.

Aumenta a confiança do consumidor

Uma organização pode perder a confiança do consumidor muito rapidamente com algumas avaliações online ruins. As organizações precisam manter a lealdade do consumidor por meio de práticas éticas que começam com métodos de publicidade justos e honestos e continuam durante todo o processo de vendas. Uma área em que as organizações podem perder a confiança do consumidor é não honrar as garantias ou lidar negativamente com as reclamações. É por isso que políticas consistentes e treinamento de funcionários são imperativos. As empresas devem orientar os funcionários sobre como tratar os clientes de acordo com seus valores essenciais.

Quando uma organização dedica tempo para identificar o que é importante para os consumidores e seu mercado-alvo, ela tem mais condições de definir declarações de valor e protocolos para atender a padrões éticos mais elevados. Por exemplo, um distribuidor de café que se concentra no comércio justo e na sustentabilidade agrícola, constrói uma marca que apóia a responsabilidade ambiental e social.

Reduz passivos financeiros

Organizações que não desenvolvem políticas sobre padrões éticos arriscam responsabilidades financeiras. O primeiro passivo é uma redução nas vendas. Por exemplo, uma empresa de incorporação imobiliária pode perder o interesse do cliente e as vendas se seu desenvolvimento reduzir o tamanho de um santuário de animais. Isso não significa que a empresa deve abandonar o crescimento. Encontrar um meio-termo eticamente responsável é fundamental para afastar a opinião pública da ganância corporativa e direcioná-la para a responsabilidade ambiental.

Minimiza processos judiciais potenciais

A segunda área de passivo financeiro existe com processos judiciais potenciais. Nenhuma organização está isenta de um funcionário insatisfeito ou cliente que alega discriminação. A discriminação sexual no local de trabalho está custando a CEOs, políticos e celebridades seu sustento porque eles não estão lidando adequadamente com acusações e reclamações de assédio. As organizações devem manter políticas e procedimentos que tratam de vários tipos de assédio e discriminação. Além disso, as organizações devem permanecer consistentes na execução das políticas que tratam de denúncias. Isso ajuda a reduzir processos judiciais frívolos que podem levar à falência organizações menores.