O que significa onerado em contabilidade?

Quando uma empresa elabora um orçamento, ela define uma meta de gastos. O número representa um limite; se a empresa gasta mais, ela ultrapassou o orçamento. Um fator importante nesse cálculo são os fundos onerados, que é onde a empresa controla o dinheiro e impõe uma restrição sobre como o dinheiro pode ser usado. Os fundos onerados são mais comumente usados ​​na contabilidade do governo para garantir que haja dinheiro suficiente reservado para atender a obrigações e propósitos específicos.

Definição Básica de Carga

Um ônus é uma parte de um orçamento reservada para gastos exigidos por lei ou contrato, mas ainda não foi efetivamente pago fisicamente, relata a Ferramentas de Contabilidade. Como o próprio orçamento, um estorvo é uma projeção e ainda não é uma realidade. Se as condições de negócios continuarem como estavam quando você definiu o orçamento, o ônus se tornará uma despesa. As condições, entretanto, podem mudar ao longo de um ano ou ao longo do período definido pelo orçamento.

Mudanças nos gastos

Salários e benefícios constituem uma parte importante dos fundos onerados, sugere o sistema de gerenciamento de gastos em nuvem Purchase Control. A empresa deve pagar salários regulares a seus funcionários e fornecer os benefícios prometidos, como seguro saúde. Se uma empresa pretende fazer mais contratações, deve aumentar o valor onerado de salários. Isso é conhecido na contabilidade como "pré-ônus", que significa um custo projetado, mas incerto. Algumas empresas também precisam projetar os custos de comissão pagos a representantes e contratados independentes, que variam de acordo com o valor das vendas.

Ativos onerados e despesas reais

Quando chega a hora de pagar os fundos onerados necessários, o "ônus" desaparece naquele montante e se torna uma despesa real. Conforme a empresa avança no ano orçado, o valor realmente gasto aumenta e os fundos onerados diminuem. Se o gasto projetado diminuir (por exemplo, quando um funcionário pede demissão), um contador pode ajustar a quantidade de fundos onerados para baixo.

Fundos onerados e compras

Embora um ônus possa aparecer como parte do orçamento da empresa, os gastos reais ainda podem ter que passar por um processo de aprovação. A empresa pode exigir que um executivo ou controlador assine uma requisição ou pedido de compra antes que quaisquer fundos - onerados ou não - sejam desembolsados. Esse seria o caso de despesas necessárias, como pagamento de impostos ou compras discricionárias de equipamentos e suprimentos, reparos, custos de viagens ou estoque. A parte não onerada do orçamento oferece espaço para mais gastos discricionários conforme a necessidade.