Os efeitos da má comunicação nos negócios

A comunicação é um fato da vida, principalmente no ambiente de trabalho, onde o trabalho em equipe, a tecnologia e o trabalho remoto são cada vez mais comuns. Para que uma empresa prospere, cumpra prazos e supere metas, sistemas de comunicação e relacionamentos sólidos devem estar disponíveis. Quando o estresse, as expectativas não atendidas, o colapso relacional, o moral baixo, os clientes insatisfeitos, os problemas familiares, as preocupações com a saúde e um resultado financeiro menor se tornam problemas crônicos no local de trabalho, a comunicação deficiente pode estar na raiz do problema.

Estresse no local de trabalho

Altos níveis de estresse no local de trabalho são um grande sinal de que há problemas de comunicação. A comunicação deficiente pode criar a sensação de que tudo em sua lista de tarefas é urgente, fazendo com que você e outras pessoas se apressem, fiquem tensos, sobrecarregados e tenham pouco ou nenhum senso de humor. Uma boa comunicação causa uma sensação de estabilidade e previsibilidade, mas a falta de comunicação ou comunicação prejudicial introduz uma sensação de medo que causa tensão, o que é contraproducente para a eficiência.

Funcionários que ficam estressados ​​o dia todo voltam para casa estressados ​​e exaustos, o que impacta suas famílias. Em vez de ter um cônjuge ou pai que é enérgico e grato por estar em casa, a família fica presa a alguém que tem tantas emoções para descarregar do dia de trabalho que uma noite mal dá tempo de colocar tudo para fora. Os funcionários podem começar a se sentir culpados ou mesmo a ter conflitos em casa por causa de sua tensão e nível de estresse. Esse estresse permanece com eles quando começam o próximo dia de trabalho e pode ser difícil, senão impossível, progredir.

Necessidades e expectativas não atendidas

A falta de comunicação causa expectativas não atendidas. As equipes perdem prazos, clientes perdem compromissos e as pessoas em um projeto parecem não saber quais são suas funções. Quando os funcionários têm dificuldade para descobrir quais devem ser suas prioridades, muitas vezes escolhem a coisa errada e acabam decepcionando seus superiores. Sem expectativas e prioridades claramente comunicadas, é impossível saber por onde começar e como concluir um projeto com eficiência.

Argumentos e outras avarias relacionais

Se você já abriu sua caixa de entrada de e-mail do trabalho apenas para encontrar uma mensagem acusatória de um colega, funcionário ou chefe, provavelmente já experimentou a sensação de frustração, raiva, mágoa, medo e impotência que pode advir de comunicações prejudiciais no local de trabalho. Em vez de fazer perguntas sobre como um projeto está indo ou quais são suas prioridades e objetivos, o e-mail é lido em um tom acusatório e exigente.

Seu relacionamento positivo anterior pode parecer tenso, então, quando você passa pelo cubículo de seu colega de trabalho ou chefe, é provável que queira se esconder, em vez de sentar-se e ter uma conversa amigável para encontrar soluções. Você pode até sentir uma sensação de incerteza em relação à resolução de conflitos por medo de como isso pode afetar sua segurança no emprego. Também é comum sentir uma sensação de insegurança ou falta de realização ao concluir suas tarefas diárias, e todas essas emoções diminuem a produtividade no local de trabalho.

Moral baixo e alta rotatividade

Quando as pessoas estão lidando com emoções intensas, elas gastam mais tempo do que o normal no controle emocional. A produtividade diminui e o moral é substituído por uma sensação de alívio por ter sobrevivido ao longo do dia. O modo de sobrevivência no local de trabalho pode ser um problema real. Quando as relações de negócios são feridas e não há reparo, a confiança sai pela janela, dificultando o trabalho conjunto para cumprir os prazos. Quando as pessoas perdem prazos, tendem a se sentir mal em relação ao desempenho. Este ciclo vicioso impede que equipes e empresas atinjam seu verdadeiro potencial.

Problemas de saúde física e mental

Quando as coisas vão mal tanto no trabalho quanto em casa, não é incomum experimentar consequências para a saúde física ou mental. Preocupações com a saúde mental e problemas crônicos de saúde são mais propensos a se desenvolverem durante períodos estressantes, especialmente quando um funcionário não tem saída para aliviar o estresse, está sem energia para o autocuidado ou carece de habilidades de gerenciamento emocional. Quando esses problemas surgirem, incentive o cuidado profissional adequado e use-o como uma oportunidade para reverter a situação.

Clientes Insatisfeitos

Clientes insatisfeitos podem ser um sinal de má comunicação. Quando as equipes perdem prazos ou compromissos, os superiores tendem a ficar frustrados e estressados, mas os clientes também. Se seu cliente estava contando com o atendimento telefônico para começar antes de sua inauguração e sua equipe de instalação não cumpriu o prazo, seu cliente poderia estar sem dinheiro. Se a sua equipe jurídica não está totalmente preparada para apresentar um caso no tribunal e está improvisando no último minuto, a decisão pode não ser a favor do seu cliente. Quando a equipe de enfermagem perde o prazo, pode significar que o paciente não recebe a medicação ou o banho na hora certa.

Quando os clientes estão insatisfeitos, muitas vezes levam seus negócios para outro lugar, o que custa dinheiro à sua empresa.

Melhorar a comunicação

Se a má comunicação pode afetar negativamente os níveis de estresse, prazos, moral, saúde e resultados financeiros, uma boa comunicação pode ter um efeito positivo e curativo. Escreva as descrições do trabalho e do projeto com clareza e pergunte como estão as coisas. Use e-mails e aplicativos de mensagens com sabedoria. Trate os outros com a bondade que você espera em troca. Crie uma lista escrita de prioridades para os momentos em que há mais trabalho do que tempo e, talvez, reserve um tempo toda semana para abordar diretamente as preocupações do local de trabalho e debater soluções.

Pratique habilidades de escuta ativa com colegas de trabalho e assuma as melhores intenções do cliente. Crie uma cultura de celebração de realizações e progresso. Quando apropriado, busque o apoio de um psicólogo corporativo ou consultor de comunicação que possa ensinar à sua equipe habilidades de comunicação, autocuidado, escuta ativa e gerenciamento emocional. Lembre-se de que nenhum de nós tem habilidades de comunicação perfeitas, mas, ao adotar uma mentalidade construtiva e seguir em uma direção positiva, as melhorias podem ocorrer rapidamente.