Quão importantes são as pequenas empresas para as economias locais?

A importância das pequenas empresas para as comunidades locais está emocionalmente enraizada na compra e venda de amigos e vizinhos. A importância das pequenas empresas nas áreas rurais e nas grandes cidades também é vista nos benefícios econômicos das compras locais. Em algumas cidades e vilas, um pequeno negócio é o único tipo que pode sobreviver servindo a uma população reduzida. Em uma cidade grande, as pequenas empresas geralmente oferecem um estoque mais diversificado ou se especializam em fornecer experiências exclusivas ou personalizadas ao cliente. As pequenas empresas também apresentam novas oportunidades de emprego e servem como alicerces das maiores corporações dos Estados Unidos.

Crescimento de pequenas empresas nos EUA

Uma pequena empresa é definida como uma empresa (corporação, sociedade de responsabilidade limitada ou propriedade) com 500 funcionários ou menos. De acordo com a U.S. Small Business Administration (SBA), as pequenas empresas representam 99,9 por cento de todas as empresas dos EUA. As pequenas empresas criaram 1,9 milhão de empregos em 2015, com algumas das menores empresas - aquelas com 20 funcionários ou menos - adicionando mais da metade das posições com um aumento de 1,1 milhão. Em 2018, a SBA estima que havia 30,2 milhões de pequenas empresas empregando um total de 58,9 milhões de trabalhadores.

Empregando Trabalhadores Locais

As pequenas empresas contribuem para as economias locais, trazendo crescimento e inovação para a comunidade em que a empresa está estabelecida. As pequenas empresas também ajudam a estimular o crescimento econômico, proporcionando oportunidades de emprego para pessoas que podem não ser empregáveis ​​por empresas maiores. As pequenas empresas tendem a atrair talentos que inventam novos produtos ou implementam novas soluções para ideias existentes. Muitas vezes, as empresas maiores também se beneficiam das pequenas empresas da mesma comunidade local, pois muitas grandes corporações dependem delas para a conclusão de várias funções de negócios por meio da terceirização.

Adaptando-se às mudanças de clima

Muitas pequenas empresas também possuem a capacidade de responder e se adaptar rapidamente às mudanças de climas econômicos. Isso se deve ao fato de que as pequenas empresas costumam ser muito orientadas para o cliente e entendem as necessidades da comunidade. Muitos clientes locais permanecem fiéis às suas pequenas empresas favoritas em meio a uma crise econômica. Essa lealdade significa que as pequenas empresas geralmente conseguem se manter à tona durante tempos difíceis, o que pode fortalecer ainda mais as economias locais. As pequenas empresas também acumulam menos receita do que as grandes corporações, o que significa que podem ter menos a perder em tempos de crise econômica.

Contribuir para o governo local com impostos

Quando os consumidores patrocinam pequenas empresas locais, eles estão essencialmente devolvendo dinheiro à comunidade local. Um negócio local próspero gerará altos níveis de receita, o que significa que o negócio pagará impostos mais altos, incluindo impostos locais sobre a propriedade. Esse dinheiro é então usado para a polícia e os bombeiros locais, bem como para as escolas. Uma pequena empresa próspera também pode melhorar os valores das propriedades em toda a comunidade, melhorando os resultados financeiros de cada proprietário, ao mesmo tempo que gera mais impostos sobre a propriedade para os governos locais.

O impacto das pequenas empresas no crescimento da economia local também assume a forma de arrecadação de impostos sobre vendas. As empresas locais cobram impostos sobre vendas com base em sua localização e podem ser a espinha dorsal de distritos fiscais especiais focados em projetos exclusivos, como projetos de iluminação e calçadas para melhorar distritos comerciais históricos e atrair clientes adicionais.

Transformando uma pequena empresa em uma corporação

As pequenas empresas nem sempre permanecem pequenas. Grandes corporações, como Nike e Ben and Jerry’s, começaram como pequenas empresas e cresceram para se tornarem grandes jogadores no mercado nacional e internacional. Muitos líderes da indústria de computadores começaram como “consertadores”, trabalhando em máquinas montadas à mão em suas garagens. A Microsoft e a Amazon são exemplos excelentes de como uma ideia de pequena empresa pode mudar o mundo. As pequenas empresas que se transformam em grandes empresas geralmente permanecem na comunidade em que foram estabelecidas. Ter uma grande empresa sediada em uma comunidade pode ajudar ainda mais a gerar empregos e estimular a economia local, criando um mercado que favorece o desenvolvimento de outros pequenos negócios.