Prós e Contras da Responsabilidade Social Corporativa

O conceito de "responsabilidade social corporativa" se difundiu o suficiente para ganhar sua própria sigla nos círculos de negócios: CSR. O termo significa que uma empresa deve prestar contas a uma comunidade, bem como aos acionistas, por suas ações e operações. Quando uma corporação adota uma política de RSE, ela visa demonstrar o objetivo de defender os valores éticos, bem como respeitar as pessoas, as comunidades e o meio ambiente. A corporação se compromete a monitorar o cumprimento de sua política de RSC declarada e a relatar isso com a mesma frequência com que relata seus resultados financeiros.

Vantagem: lucratividade e valor

Uma política de RSE melhora a lucratividade e o valor da empresa. A introdução de eficiências de energia e reciclagem de resíduos corta custos operacionais e beneficia o meio ambiente. A RSE também aumenta a responsabilidade da empresa e sua transparência com analistas de investimentos e a mídia, acionistas e comunidades locais. Isso, por sua vez, aprimora sua reputação entre os investidores, como fundos mútuos que integram a RSC em sua seleção de ações. O resultado é um círculo virtuoso onde o valor das ações da empresa aumenta e seu acesso ao capital de investimento é facilitado.

Vantagem: Melhor relacionamento com o cliente

A maioria dos consumidores - 77% de acordo com uma pesquisa da empresa de branding Landor Associates citada pela Wharton School da Universidade da Pensilvânia - acha que as empresas devem ser socialmente responsáveis. Os consumidores são atraídos por empresas que têm a reputação de serem boas empresas cidadãs. Uma pesquisa na Universidade de Tilburg, na Holanda, mostrou que os consumidores estão dispostos a pagar um preço 10% mais alto por produtos que consideram socialmente responsáveis.

Desvantagem: CSR custa dinheiro para implementar

A principal desvantagem da RSE é que seus custos caem desproporcionalmente nas pequenas empresas. Grandes corporações podem alocar um orçamento para relatórios de RSC, mas isso nem sempre está disponível para empresas menores com entre 10 e 200 funcionários. Uma pequena empresa pode usar a mídia social para comunicar sua política de RSC aos clientes e à comunidade local. Mas leva tempo para monitorar as trocas e pode envolver a contratação de pessoal extra que a empresa pode não ser capaz de pagar.

Desvantagem: Conflitos com o motivo do lucro

Mesmo para empresas maiores, o custo da RSE pode ser um obstáculo. Alguns críticos acreditam que a responsabilidade social corporativa pode ser um exercício de futilidade. A administração de uma empresa tem um dever fiduciário para com seus acionistas, e a RSC se opõe diretamente a isso, uma vez que a responsabilidade dos executivos para com os acionistas é maximizar os lucros. Um gerente que abandona os lucros em favor de alguns benefícios para a sociedade pode esperar perder o emprego e ser substituído por alguém para quem os lucros são uma prioridade. Essa visão levou o economista ganhador do Prêmio Nobel Milton Friedman a escrever um artigo clássico com o título: "A responsabilidade social das empresas é aumentar seus lucros".

Desvantagem: os consumidores são sábios quanto à lavagem verde

Greenwashing é o termo usado para descrever práticas corporativas que parecem ser ambientalmente responsáveis, sem realmente representar uma mudança na forma como uma empresa conduz seus negócios. Por exemplo, um produto pode ser rotulado como "Totalmente Natural", embora esteja sendo fabricado como sempre. Alguns serviços de lavagem a seco rotulam suas operações como "Orgânicas", o que soa semelhante a "comida orgânica", mas na verdade não tem nenhum significado específico. Alguns clientes podem reagir positivamente a esses tipos de reclamações, mas outros têm receio de lavagem verde corporativa.