O que é um modelo mecanístico?

Um modelo mecanicista pressupõe que um sistema complexo pode ser compreendido examinando-se o funcionamento de suas partes individuais e a maneira como estão acopladas. Os modelos mecanísticos normalmente têm um aspecto físico tangível, em que os componentes do sistema são reais, sólidos e visíveis. No entanto, alguns modelos mecanicistas, como os da psicologia, baseiam-se em componentes considerados discretos, mas que não podem ser fisicamente observados.

Modelos

Um modelo é a descrição de um sistema projetado para ajudar um observador a entender como ele funciona e a prever seu comportamento. Os modelos são tipicamente conceituais, existindo como uma ideia, um programa de computador ou um conjunto de fórmulas matemáticas. No entanto, um modelo pode ser um objeto físico real, como um modelo de avião em pequena escala usado para testar o desempenho de um avião em tamanho real.

Modelos mecanísticos e empíricos

Modelos empíricos são baseados em observação direta, medição e registros de dados extensos. Os modelos mecanísticos são baseados na compreensão do comportamento dos componentes de um sistema. Por exemplo, você pode observar a mudança das marés ao longo de muitos anos e construir um modelo empírico que permite prever quando as marés ocorrerão, sem entender como a terra, a lua e o sol interagem. Você também pode criar um modelo matemático mecanicista que usa as leis da física para prever as marés.

Indústria

Os engenheiros industriais usam modelos para prever o comportamento dos processos que estão projetando. Um engenheiro químico, por exemplo, pode criar um modelo mecanístico de um processo com base em sua compreensão dos componentes do sistema, como colunas de destilação, câmaras de reatores e filtros de partículas.

Cientistas sociais

Os cientistas sociais também criam modelos mecanicistas para descrever como os indivíduos funcionam, seja por conta própria ou em ambientes sociais complexos. Modelos mecanicistas de comportamento identificam impulsos discretos, como fome ou desejo sexual, que os pesquisadores usam para descrever e tentar explicar o comportamento humano. Os modelos mecanicistas também podem tentar explicar o comportamento humano em termos de eventos bioquímicos no cérebro e no corpo.